Instituto Montanari

Tenho direito ao auxílio emergencial 2021? Passo a passo de como consultar

Neste artigo, iremos te ajudar a realizar a consulta sobre o direito ao auxílio emergencial em todos os canais disponibilizados pelo governo.

A nova rodada do auxílio emergencial 2021 começará a ser paga na terça-feira (6). Os depósitos serão realizados nas contas digitais criadas pela Caixa Econômica Federal.

O critério do calendário de pagamento é a data de nascimento do beneficiário. Confira o calendário de pagamentos aqui.

Para o cidadão que tem dúvidas e gostaria de saber se tem direito ao auxílio emergencial, o Governo disponibilizou a consulta por meio do portal da Dataprev. Clique aqui e confira.

PUBLICIDADE

A consulta é simples. Conforme a figura abaixo, o cidadão deve inserir os dados pessoais (CPF, nome completo, nome da mãe ou mãe desconhecida e a data de nascimento. Em seguida deve confirmar a função reCAPTCHA, clicando na caixa de seleção “Não sou um robô”.

A página para consulta, que deveria estar disponível na quinta-feira (1), estará disponível apenas a partir de sexta-feira (02), podendo ficar lenta devido ao excesso de buscas. É recomendável tentar em horários diferentes, caso não consiga na primeira tentativa.

O ministro da Cidadania, João Roma, afirmou que o sistema está em fase de finalização e por isso o acesso dos cidadãos teve que ser atrasado.

PUBLICIDADE

Consultar quem tem direito ao auxílio emergencial pelo site da caixa ou pelo telefone

Além do portal da Dataprev, é possível acompanhar a solicitação do auxílio emergencial também no site da Caixa.

O cidadão deve proceder da mesma forma que na consulta da Dataprev. Conforme a figura acima, os dados solicitados são os mesmos (CPF, nome completo, nome da mãe ou mãe desconhecida e a data de nascimento) e também deve clicar na função reCAPTCHA “Não sou um robô”.

É possível também consultar quem tem direito ao auxílio emergencial por meio do telefone 111, clicando na opção 1. Em seguida, será solicitado que o usuário digite o número do CPF para maiores orientações.

PUBLICIDADE

Salientamos que todos os meios de consulta disponibilizados pelo governo devem estar congestionados em um primeiro momento.

Critérios para ter direito ao auxílio emergencial

Não é necessário fazer novo cadastro ou atualizar cadastro já existente para ter direito ao auxílio emergencial 2021. Isso porque a seleção dos beneficiários é realizada de forma automática pela Dataprev e esta seleção é, posteriormente, validada pelo Ministério da Cidadania.

A seleção é feita a partir do cadastro dos beneficiários do auxílio emergencial 2020, tanto do auxílio emergencial no tempo regular quanto do auxílio emergencial extensão.

Para ter direito ao auxílio emergencial 2021, é necessário que o cidadão atenda a uma serie de critérios. Dentre eles, não ter emprego formal ativo, não receber benefício previdenciário, assistencial ou trabalhista ou de algum programa de transferência de renda do governo (como, BPC) com exceção de abono PIS/PASEP e Bolsa Família.

PUBLICIDADE

A renda familiar também é um critério importante para ter direito ao auxílio emergencial 2021. O beneficiário não pode ter renda familiar mensal superior a meio salário mínimo ou ser membro de família com renda mensal acima de três salários mínimos. O beneficiário também não pode, no ano de 2019, ter recebido rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 ou ter posse/propriedade de bens ou direitos no valor acima de R$ 300.000,00, dentre outros critérios.

O valor do auxílio emergencial será de R$ 150,00 para pessoas que moram sozinhas, para famílias chefiadas por mulheres o valor será de R$ 375,00 e para o restante das famílias, que também atendam aos critérios, o valor será de R$ 250,00.

Serão disponibilizadas um total de até quatro parcelas, desde que a família não deixe de atender aos critérios de seleção.

O pagamento do auxílio emergencial é de responsabilidade da Caixa, bem como a disponibilização de canais de atendimento aos beneficiários que tenham dúvidas sobre o saque do benefício.

PUBLICIDADE

 

 

 

 

 

Sair da versão mobile