Empréstimo Para Desempregado: O Que Você Precisa Saber

empréstimo para desempregado

Embora seja difícil, não é impossível conseguir empréstimo para desempregado, principalmente com as dicas certas.

De fato, o desemprego tem atingido números alarmantes no país e infelizmente nem todos podem contar uma renda garantida no fim do mês.

Muitas vezes, o sopro de esperança que resta para quitar dívidas ou dar o pontapé inicial em um novo projeto é um empréstimo.

No entanto, a maioria dos bancos e instituições financeiras convencionais não oferecem margens de crédito a pessoas sem renda, pois isso significa, aos bancos, alto risco de inadimplência.

Ainda assim, seguindo algumas dicas, é possível conseguir um empréstimo para desempregado. Confira aqui e tire as suas dúvidas.

Por Que é Difícil Conseguir Empréstimo Para Desempregado?

Quando uma pessoa solicita uma margem de crédito a um banco ou instituição financeira, esse banco faz uma análise prévia do perfil do requerente.

Durante a análise, vários pontos são levados em consideração, como o score, por exemplo, que é uma pontuação obtida a partir do pagamento de dívidas de uma pessoa física ou jurídica.

Desse modo, quanto maior o score, mais chances de conseguir a liberação do empréstimo. Se você não sabe como aumentar seu score, neste artigo ensinamos as principais dicas.

No entanto, outro ponto analisado antes de se conceder um empréstimo, é a capacidade do requerente honrar as parcelas.

Desse modo, quando o requerente está desempregado, o banco acredita ser mais difícil receber essas parcelas, uma vez que ele teoricamente não tem de onde tirar esse valor mensalmente.

Porém há alternativas para solucionar essa questão. Existem três tipos de empréstimos que podem ser muito úteis quando se está desempregado: os empréstimos sem comprovante de renda, os empréstimos com garantia de imóvel ou veículo e os microcréditos.

Saiba um pouco mais sobre cada um deles e veja por que eles são as melhores opções de empréstimo para desempregado.



Empréstimo Sem Comprovante de Renda

O empréstimo sem comprovante de renda é certamente uma das principais opções no que se refere a empréstimos para desempregado.

No entanto, os bancos e instituições financeiras possuem margens de crédito que não requerem comprovação de renda.

Nesses casos, basta que o requerente apresente alguns documentos, tais como CPF, RG, comprovante de residência. Normalmente a instituição credora solicita um avalista para conceder o crédito.



Empréstimo Com Garantia de Imóvel ou Automóvel

Outra opção de empréstimo que pode ser concedido sem comprovação de renda são os créditos que requerem imóveis ou automóveis como garantia.

Também conhecida como hipoteca, essa modalidade é bastante aderida e tem uma grande taxa de concessão por parte dos bancos, já que as chances de não pagamento das parcelas são muito pequenas.

Cada banco possui suas próprias diretrizes sobre hipoteca. Desse modo, é fundamental ler atentamente o contrato antes de efetivar o negócio, já que sua casa ou seu automóvel estarão em jogo.



Microcréditos

Os microcréditos são pequenas margens de crédito disponibilizada pelos bancos a pessoas com recursos limitados.

Desse modo, é oferecido uma quantia menor, mas com taxas igualmente reduzidas. Além disso, o microcrédito também pode ser contratado por microempresas com faturamento anual de até R$200 mil reais.

Nesses casos, a taxa de juros costuma ser em torno de 4% ao mês, enquanto a taxa de juros dos empréstimos pessoais convencionais fica em torno de 6%.

Alguns dos bancos que fornecem microcrédito são:

É importante ressaltar que o valor só é concedido mediante uma análise prévia do perfil do requerente, de modo que algumas coisas podem prejudicar a concessão do empréstimo para desempregado, tais como score baixo ou nome negativado.

Caso contrário, as chances de se conseguir empréstimo para desempregado são bem maiores.