CNIS: O Que é? Para Que Serve? Descubra Aqui

CNIS: O Que é? Para Que Serve? Descubra Aqui

O Cadastro Nacional de Informação Social – CNIS – é um cadastro muito importante para que os cidadãos tenham direito a benefícios previdenciários, dentre eles, a aposentadoria.

Com o CNIS é possível apurar a contribuição dos cidadãos para fins de aposentadoria por idade e por tempo de contribuição ou consultar se o contribuinte possui a qualidade de segurado, quando precisar dar entrada em benefícios como salário maternidade e auxílio doença, por exemplo.

Se você ainda não sabe como obter o CNIS para segurado, neste artigo você irá descobrir. Além disso, nos tópicos abaixo iremos entender melhor como o CNIS funciona e sua estrutura.

 

Para Que Serve o CNIS?

Como o nome sugere, o CNIS tem como objetivo unificar as informações sociais dos contribuintes da previdência.

PUBLICIDADE

A partir dele, você pode ter acesso ao extrato previdenciário, que é a quantidade de meses que os cidadãos já contribuíram ao INSS.

Além disso, no CNIS também é possível verificar informações como os nomes dos empregadores, as contribuições e a remuneração dos indivíduos.

Para facilitar o dia a dia dos contribuintes e evitar a superlotação nas agências do INSS, hoje em dia é possível obter o extrato CNIS de forma totalmente digital, diretamente pelo site ou pelo aplicativo.

Além disso, quem é correntista da Caixa Econômica Federal ou do Banco do Brasil tem acesso ao extrato CNIS diretamente no caixa eletrônico.

PUBLICIDADE

Desse modo, qualquer cidadão devidamente cadastrado no CNIS tem acesso a esse serviço.

 

Como Consultar Extrato CNIS?

A consulta do extrato previdenciário CNIS pode ser basicamente de duas maneiras: pela internet ou presencialmente.

Para obter o documento por meio digital, basta que você siga os passos abaixo:

PUBLICIDADE
  • Na página seguinte, informe seu CPF e clique em Crie sua conta. Você deverá preencher o formulário com seus dados pessoais e criar uma senha com nove caracteres, sendo que deve haver ao menos uma letra maiúscula, uma letra minúscula e um número;

cnis

  • Ao acessar o sistema com sua senha, clique em Extrato Previdenciário (CNIS), do lado esquerdo da página. Na página seguinte o documento será emitido.

Outra forma de consultar o seu extrato CNIS é diretamente em agências do INSS. Para isso, é necessário realizar o agendamento previamente, que também pode ser feito no portal Meu INSS ou pelo telefone da previdência: 135.

 

CNIS: Prova Para Previdência

Como mencionado, o extrato CNIS reúne as informações previdenciárias dos contribuintes, os meses de contribuição, os empregos que teve com carteira assinada, além de sua remuneração e dados dos empregadores.

Quando uma pessoa está prestes a se aposentar, é necessário que apresente provas de contribuição para garantir o seu direito. No entanto, nem todo mundo arquiva os talões ou comprovantes de INSS, até porque quem trabalha formalmente, de maneira assalariada, tem os descontos feitos em folha de pagamento.

PUBLICIDADE

Se esse for o seu caso, não é necessário preocupar-se, já que o extrato CNIS tem a finalidade de expor esses dados e é legalmente aceito como prova para fins de aposentadoria. Esse recurso é, inclusive, assegurado por Lei:

“IN 77/2015, Art. 58. A partir de 31 de dezembro de 2008, data da publicação do Decreto nº 6.722, de 30 de dezembro de 2008, os dados constantes do CNIS relativos a atividade, vínculos, remunerações e contribuições valem, a qualquer tempo, como prova de filiação à Previdência Social, tempo de contribuição e salários de contribuição.”

Isso quer dizer que se o CNIS for original e válido, não será necessário recorrer a outras provas para o INSS. No entanto, se você estiver prestes a se aposentar, recomendamos que o advogado responsável pelo caso avalie o CNIS para garantir que não haja erros, já que não é raro encontrar diferenças nos valores de salários, por exemplo, o que pode distorcer o valo da contribuição e causar certas complicações, além de ausência de vínculos, dentre outras possíveis situações.

PUBLICIDADE

Deixe uma resposta