You are currently viewing Como atualizar o Cadastro Único para não perder nenhum benefício
atualizar o cadastro único

Como atualizar o Cadastro Único para não perder nenhum benefício

Você sabe como atualizar o Cadastro Único?

No início do mês de agosto, o presidente Bolsonaro entregou nas mãos do deputado Arthur Lira, presidente da Câmara dos Deputados, a Medida Provisória com a proposta de criação do Auxílio Brasil.

O Auxílio Brasil será o novo programa social do governo federal, que ficará no lugar do Bolsa Família e, desde que foi apresentado, uma das principais dúvidas a respeito do programa é a forma de ingresso.

De acordo com a MP, o Cadastro Único continuará sendo a forma de acesso da população mais vulnerável ao novo programa social do governo federal. 

PUBLICIDADE

Por isso, é tão importante atualizar o Cadastro Único, para que a família não perca o direito de fazer parte não apenas do Auxílio Brasil, mas de outros programas do governo federal cujo acesso está condicionado ao cadastro atualizado no CadÚnico. 

Como atualizar o Cadastro Único?

Para atualizar o Cadastro Único é necessário se dirigir até um CRAS, que são os Centros de Referência de Assistência Social, ou um posto de atendimento do Cadastro Único.

Lembrando que é nos CRAS onde são realizadas as entrevistas de inscrição no CadÚnico, ou seja, para atualizar o Cadastro Único você precisará ir no mesmo local onde se inscreveu, para alterar as suas informações.

Por conta da pandemia, no ano passado foi editada uma portaria pelo Ministério da Cidadania permitindo atualizar o Cadastro Único através de acesso remoto. 

PUBLICIDADE

Alguns municípios estão atendendo de forma remota, enquanto em outras cidades o CRAS continua fazendo o atendimento presencial, mediante agendamento

Nesse caso, para atualizar o Cadastro Único, você precisará entrar em contato com o CRAS mais próximo de você para saber qual o procedimento eles estão adotando atualmente.

Quem deve ir ao CRAS para atualizar o Cadastro Único, ou agendar o atendimento remoto deve ser o responsável pela Unidade Familiar que inscreveu a família na base de dados do governo federal.

Quando atualizar o Cadastro Único?

É necessário atualizar o Cadastro Único sempre que a família mudar de endereço ou telefone, assim como quando houverem alterações na situação familiar, tais como:

PUBLICIDADE
  • nasceu, foi adotado ou houve o falecimento de alguém na família
  • houve alguma alteração no estado civil
  • a renda familiar mensal mudou, seja para mais ou para menos

Também devem ser comunicadas mudanças como troca de escola dos filhos, ou outras novidades que alterem as informações prestadas anteriormente.

Essas atualizações de cadastro devem ser feitas o mais breve possível, após a ocorrência de qualquer um desses fatores.

Além disso, independente de terem acontecido ou não alguma dessas alterações, é  necessário atualizar o Cadastro Único a cada 24 meses, ou seja, no intervalo máximo de 2 anos.

É nesse ponto que muitos beneficiários acabam esquecendo de atualizar o Cadastro e só descobrem que o cadastro está desatualizado quando são bloqueados no recebimento de algum benefício, como o Cadastro Único, por exemplo.

PUBLICIDADE

Atualizar o Cadastro Único em, no máximo, dois anos, é um compromisso que todos os inscritos assumem no momento do cadastro. Então, fique atento! 

O que acontece com se você não atualizar o Cadastro Único?

Se a família não mantém o seu cadastro atualizado, além da possibilidade de deixar de receber determinado benefício, ela corre o risco de ter o seu registro excluído do CadÚnico.

É isso mesmo. Se a família não atualizar os seus dados dentro de um intervalo de quatro anos, o registro é cancelado dos arquivos do Cadastro Único.

Anualmente os dados constantes no CadÚnico são revisados pelo governo. Quando eles percebem que alguma informação está desatualizada, eles solicitam que as famílias atualizem os seus dados.

PUBLICIDADE

Assista o vídeo sobre como atualizar o cadastro único:

Deixe um comentário