Como se Dar Bem no Jogo da Argumentação

Como se Dar Bem no Jogo da Argumentação

  • Post category:Liderança

O jogo da argumentação é disputado a todo instante e diariamente em sua vida. Cada momento que você passa com outra pessoa é uma situação em potencial para que este jogo aconteça. Você deve estar bem preparado para poder se dar bem quando ele ocorrer. E todos nós sabemos: é um jogo muito difícil de ser vencido quando você encontra alguém que nem sempre está disposto a dar a sua opinião por vencida.

Sabe quem é que realmente vence neste jogo? Quem evita adentrar numa discussão. Não discutir ainda é a melhor forma de sair invicto. É aquela história do time que só jogou uma vez no campeonato, empatou e diz que está invicto. E na verdade ele está, por mais que a situação não seja digna de glória. O fato é que este time não perdeu de ninguém e muito menos venceu. Os vencedores geralmente tem um bom grupo de pessoas que os odeiam, simplesmente por serem vencedores. Parece louco ou ilógico, mas é a mais pura verdade!

TENHA TATO

Muitas pessoas pecam na hora de entrar no jogo da argumentação

Como nós já dissemos: o melhor a fazer é deixar para lá, sobretudo quando o assunto for uma mera banalidade, ou algo que não vai interferir na vida de vocês de forma significativa. Discutir desgasta o relacionamento. Então, pense bem nas vezes em que você vai deixar a discussão se prolongar. Você nunca terá o controle nessas situações.

O que nunca deve acontecer é você dizer a seguinte frase: “você está errado”. Não!!! Isso é um pecado mortal, quando o objetivo é se relacionar bem com as outras pessoas.

Se lembra daquela lição do “não julgue, não critique, não condene”? Abomine isso! Entenda que para você mostrar a sua opinião e fazer com que a outra pessoa aceite-a, não é necessário dizer que ela está errada.

Há caminhos alternativos muito mais eficientes para isto. E sabe por que você não deve fazer isso? Porque você também erra e deve ter dito, em algum momento da argumentação ou da sua vida, algo que não correspondia a uma realidade…

 Além disso, os pontos de vista são muito relativos. Há diferentes percepções e interpretações possíveis e respeitáveis sobre um mesmo assunto. Concorda?

RECOMEÇANDO

Então, você vai recomeçar. E de que modo isso será feito? De um modo amigável, é claro. Nada de chegar de forma brusca.

Faça com que a pessoa concorde com você, lentamente, mesmo que seja através de um simples “sim, sim”. Quando você recomeça mostrando um fato de caráter inegável fica mais fácil e suave conquistar a opinião da outra pessoa. É como se você tivesse subido um degrau no jogo da argumentação. Mas, isto tem de ser feito de forma rápida, logo quando você reiniciar. Tenha a certeza de apresentar um fato de natureza universal.

A sua tacada final, por enquanto, é deixar a pessoa falar por ela mesma. Deixe-a falar, bem à vontade. Dê espaço para que ela consiga colocar seus pensamentos para fora. Preste atenção e demonstre empatia. Isso vai deixa-la mais desarmada e receptiva aos seus comentários. Você vai levá-la a concordar, simplesmente deixando que as opiniões dela sejam externadas…

Ouvir mais as outras pessoas é um excelente meio de se tornar mais agradável e de ter as suas ideias respeitadas e aceitas pelas outras. E o melhor: isso acontece quase que naturalmente. Experimente!

Depois, venha nos contar seus experiências sociais. Como foi?

O Instituto Montanari ACREDITA e INCENTIVA a SUA LUTA pelo SUCESSO, sempre!

Os artigos do Instituto Montanari estão em constante evolução. Aqui você também faz o conteúdo.

Você pode colaborar conosco, enviando sugestões e até os seus próprios textos. 

Ah, você também pode contar a sua história! Para tanto, converse conosco através do e-mail: 

contato@institutomontanari.com.br

Será um prazer imenso fazer contato contigo!

Obrigado!

Deixe uma resposta