Financiamento Habitacional: Pausa de 6 meses ou desconto de 75% na parcela
financiamento habitacional

Financiamento Habitacional: Pausa de 6 meses ou desconto de 75% na parcela

A Caixa Econômica anunciou ontem (07.06) novas regras bastante atrativas para o seu financiamento habitacional. As medidas são uma forma do banco ajudar os seus clientes neste momento de grave crise financeira em que nos encontramos.

As regras, que variam entre descontos no valor das parcelas, podendo chegar até a uma pausa temporária no pagamento do financiamento habitacional, vão depender da situação em que se encontra o titular do contrato. Além disso, elas são válidas tanto para os empréstimos nas modalidades FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço), quanto na modalidade SBPE (Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo).

Vamos conhecer cada uma das opções e como ter acesso a tais benefícios?

Financiamento Habitacional: Pausa de 6 meses no pagamento das parcelas

A primeira modalidade é destinada às pessoas mais vulneráveis e afetadas durante a pandemia.

PUBLICIDADE

Neste sentido, quem está recebendo auxílio emergencial ou seguro desemprego poderá ficar por até seis meses sem pagar as prestações do seu financiamento habitacional.

Esses valores, passados os seis meses de pausa, serão diluídos nas prestações que faltam para terminar o contrato. Assim como, após o intervalo, as prestações retornam para o valor normal.

A intenção do banco, conforme publicou em nota à imprensa é que “essas medidas proporcionem às famílias a possibilidade de se reorganizarem para voltar a pagar integralmente a prestação mensal”.

Financiamento Habitacional: Desconto no valor das parcelas

A Caixa Econômica também está oferecendo três modalidades de desconto no valor das parcelas:

PUBLICIDADE
  • descontos de até 25% no valor da parcela por até 6 meses
  • descontos de 25,01% a 74,99% no valor da parcela por até 3 meses
  • descontos acima de 75% no valor da parcela, mediante comprovação de perda de renda

A primeira opção, ou seja, os descontos de 25% por seis 6 meses, pode ser solicitada por qualquer cliente que possua financiamento habitacional no banco.

Já os descontos de 25,01% até 74,99% por três meses, exigirão que o cliente faça uma autodeclaração para o banco, explicando a redução da renda.

Agora, para ter acesso a descontos acima de 75%, o cliente vai precisar comprovar para o banco a perda da renda, tendo que apresentar documentos comprobatórios Neste caso, a autodeclaração não é suficiente Toda essa documentação apresentada ainda passará por uma avaliação da instituição financeira, para análise da concessão ou não do desconto acima de 75%.

Agora, não pense que esses descontos serão dados. Depois do período negociado de desconto, seja de três ou de seis meses, a parcela volta a seu valor normal. E, os valores dos descontos passarão a ser cobrados, de forma proporcional, até o final do contrato.

PUBLICIDADE

O banco fez questão de esclarecer que as taxas de juros, assim como os prazos dos contratos de financiamento habitacional não sofrem alterações se as pessoas optarem pelos descontos.  

Quando as novas regras do financiamento habitacional entram em vigor?

As regras já entraram em vigor desde ontem, data de anúncio da novidade, sendo válidas tanto para os contratos já existentes como também para os novos contratos de financiamento habitacional através da Caixa.

Como aderir à pausa ou aos descontos?

Se você é mutuário da Caixa e quiser fazer parte deste programa, há dois caminhos para solicitar a inclusão do seu contrato às novas regras:

  • o primeiro é através do aplicativo Habitação Caixa, disponível para celulares android e Iphones
  • e o segundo é telefone 0800 104 0104

1º Feirão Digital da Casa Própria

Outra novidade divulgada pelo Banco nesta segunda-feira foi a realização do 1º Feirão Digital da Casa Própria, que será realizado entre os dias 25 de junho e 4 de julho.

PUBLICIDADE

A previsão é de que mais de 180 mil imóveis em todo o país sejam ofertados através do Feirão, que contará com a presença de mais de 600 construtoras.

Destes, cerca de 6 mil correspondem a imóveis retomados pela Caixa que contarão com condições especiais de financiamento e de prazo de carência. Para estes imóveis, A Caixa informou que os contratos terão taxas a partir da TR + 2,50% + remuneração da poupança.

Este 1º Feirão Digital da Casa Própria contará com imóveis que poderão ser 100% financiados, isto é, sem a necessidade de pagamento de entrada e com carência de até 6 meses para começar a pagar as prestações. 

Como o Feirão é digital, a operação inteira poderá ser realizada online, desde a busca dos imóveis, passando pela simulação do financiamento e até mesmo o atendimento pelos técnicos da Caixa, via chat. 

PUBLICIDADE

O site para acessar as opções de imóveis disponível é o www.caixa.gov.br/feirao, mas os imóveis só estarão no site a partir do dia 25 de junho.

Assista o vídeo sobre o financiamento habitacional:

PUBLICIDADE

Deixe uma resposta