O momento certo das coisas

O momento certo das coisas

Certo dia, um homem observava uma pequena abertura em um casulo…

Observando-o por várias horas, ele via o modo como o pequeno animal, uma borboleta, se esforçava para fazer com que seu corpo passasse através daquela abertura.

Então pareceu ao homem que ela não fazia progressos em suas tentativas.

Assim, o homem decidiu ajudá-la, abrindo o restante do casulo com uma tesoura. A borboleta, então, saiu facilmente. Mas seu corpo estava murcho, era pequeno e tinha as asas amassadas.

O homem continuou a observar a borboleta, porque ele esperava que, a qualquer momento, as asas dela se abrissem e se esticassem, prontas para o voo.

Nada aconteceu. Na verdade, a borboleta passou o resto da vida rastejando, com um corpo murcho e asas encolhidas. Ela nunca fora capaz de voar.

O que o homem não compreendia, em sua gentileza e vontade de ajudar, era que o casulo apertado e o esforço necessário à borboleta para passar através da pequena abertura se tratava do modo como o fluido do corpo da borboleta fosse para suas asas, de modo que ela estaria pronta para voar uma vez que estivesse livre do casulo.

Algumas vezes, o esforço é justamente o que precisamos em nossa vida. Os obstáculos tem um propósito. Nós não seríamos tão fortes como poderíamos ter sido. Nós nunca poderíamos voar.

Autor: Desconhecido.

O Instituto Montanari ACREDITA e INCENTIVA a SUA LUTA pelo SUCESSO, sempre!

Os artigos do Instituto Montanari estão em constante evolução. Aqui você também faz o conteúdo.

Você pode colaborar conosco, enviando sugestões e até os seus próprios textos. 

Ah, você também pode contar a sua história! Para tanto, converse conosco através do e-mail:  contato@institutomontanari.com.br

Será um prazer imenso fazer contato contigo!

Obrigado!