Calendário Bolsa Família 2021 já Foi Divulgado?

Calendário Bolsa Família 2021 já Foi Divulgado?

O calendário Bolsa Família 2021 vem gerando muitas dúvidas e incertezas, principalmente pelo fato de o Governo ter declarado que o programa poderá ser ampliado, abrangendo mais pessoas e aumentando o valor da mensalidade, como explicamos neste post.

Normalmente o Governo Federal, em parceria com a Caixa Econômica, divulgam o calendário do Bolsa Família no mês de dezembro de cada ano, referente ao pagamento dos meses do ano subsequente.

Neste artigo você irá tirar suas dúvidas sobre o calendário Bolsa Família 2021.



Calendário Bolsa Família 2021

Há menos de uma semana para acabar 2020, o calendário Bolsa Família 2021 segue sem divulgação de datas e valores corrigidos.

Em 2020, o programa passou por possíveis alterações e até mesmo extinção, para que pudesse dar lugar a novos programas: o Renda Brasil e, posteriormente, o Renda Cidadã. Contudo, nenhum dos dois foi para frente e o Bolsa Família seguirá sendo pago em 2021.

O que se especula, é sobre a possibilidade de aumentar o valor pago às famílias e ampliar abrangência do programa.

De acordo com as Diretrizes Orçamentárias, para o ano de 2021, a União irá destinar R$34,9 bilhões de reais.



Nova Forma de Pagamento do Bolsa Família

Embora o calendário Bolsa Família 2021 ainda não tenha sido divulgado, o Governo já antecipou que haverá uma alteração substancial na forma de repasse do benefício.

Aproveitando o banco de dados alimentado pelo Caixa Tem, o pagamento do Bolsa Família será feito pelo aplicativo, permitindo que os beneficiários agendem saque nas casas lotéricas, agências da Caixa Econômica e unidades Caixa Aqui.

Além disso, pelo aplicativo, os beneficiários poderão pagar boletos, contas, fazer transferências para outros bancos, recarregar celular, dentre outros serviços.



Bolsa Família e as Novas Propostas Para 2021

O atraso na divulgação do calendário Bolsa Família 2021 se deve, provavelmente, às alterações que o programa irá sofrer.

Com as adaptações, novos benefícios serão incluídos, com o objetivo de amparar os cidadãos que se encontram em situação de vulnerabilidade social e que precisam, de fato, da renda do Bolsa Família.

De acordo com Onyx Lorenzoni, Ministro da Cidadania, o projeto do novo Bolsa Família está pronto, esperando o aval presidencial e irá contemplar mais de vinte milhões de brasileiros de baixa renda.

Ainda conforme o Ministro, o projeto da adaptação do Bolsa Família será algo inédito na América Latina e trará novos benefícios alinhados à eficiência eletrônica.



As propostas de alterações que aguardam para serem sancionadas oficialmente incluem:

  • Auxílio-creche mensal de R$ 52 reais por criança integrante do grupo familiar;
  • Auxílio-creche de R$ 200 reais para mães inscritas no programa Bolsa Família;
  • Prêmio anual de R$ 200 reais para os estudantes com melhores desempenhos escolares;
  • Bolsa mensal de R$ 100 reais, além de prêmio anual de R$ 1.000 reais, para alunos que se destacarem em atividades desportivas;
  • Bolsa mensal de R$ 100 reais, além de prêmio anual de R$ 1.000 reais, para alunos que contribuírem na área de ciência e tecnologia.

Como percebido, uma das principais alterações diz respeito ao acréscimo de subsídios como forma remuneratória para alunos que se destacarem em relação ao desempenho escolar e esportivo.

O Governo entendeu que essa seria uma forma de estimular as crianças e adolescentes a participarem mais ativamente da construção educacional no país e melhorar o desempenho do país ante aos rankings que estão sempre em defasagem.

Os atuais critérios para recebimento do benefício podem ser conferidos no site da Caixa Econômica.



Deixe uma resposta