Saiba Como Agendar Perícia Médica Em 4 Passos

Saiba Como Agendar Perícia Médica Em 4 Passos

  • Post category:INSS

Saber como agendar perícia médica no INSS é fundamental para todos os segurados, pois, somente por meio da avaliação pericial é que o trabalhador pode ter direito a certos benefícios, tais como auxílio doença e auxílio doença, que explicamos neste artigo como funciona.

Hoje em dia, para passar pela avaliação de um perito médico da Previdência Social, é necessário efetuar o agendamento previamente. A boa notícia é que o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) oferece diversos canais para que isso seja possível.

Preparamos este post com orientações sobre como agendar perícia médica em apenas 4 passos. Confira:

 

Afinal, Como Agendar Perícia Médica?

Quem é segurado do INSS, ou seja, efetua suas contribuições mensais para a Previdência Social (nos casos de trabalho formal, por desconto em folha, e no caso de contribuinte individual ou facultativo, pela GPS – Guia da Previdência Social), tem direito a certos benefícios.

PUBLICIDADE

Alguns deles envolvem o afastamento de seus cargos empregatícios de forma remunerada. Isso é possível pois a previdência assume a situação e durante o período de afastamento efetua o pagamento dos segurados afastados.

Os principais casos que exemplificam essa situação são:

  • Auxílio acidente;
  • Auxílio doença;
  • Salário maternidade;
  • Seguro defeso (para pescador profissional).

Nos dois primeiros exemplos, para ter direito ao benefício monetário e ao período de afastamento, o segurado deve ser submetido à perícia médica pois um perito deverá verificar a real necessidade de afastamento laboral.

Para saber como agendar perícia médica no INSS em quatro passos você deverá:

PUBLICIDADE

 

1. Cadastrar-se no Meu INSS

Atualmente praticamente todos os serviços previdenciários podem ser acessados pela internet, já que o portal “Meu INSS” concentra todos eles, desde agendamentos de perícia, a agendamento de aposentadoria, bem como extrato de contribuição, acompanhamento de benefício, dentre outros.

Para saber como agendar perícia no INSS, portanto, o primeiro passo consiste em se cadastrar no site “Meu INSS”.

Basta acessar o site oficial e clicar em “Cadastrar Senha”.

Você deverá preencher um formulário com suas informações pessoais, tais como endereço, documentos e e-mail.

PUBLICIDADE

Em seguida você receberá um e-mail com um link de confirmação de cadastro. Clique nele e faça login no portal para ter acesso ao sistema e poder dar continuidade ao processo de como agendar perícia médica.

Atenção: caso você já tenha cadastro, pule esta etapa e faça login no portal Meu INSS.

 

2. “Agendamentos/Solicitações”

Para avançar, ao acessar o portal, você deverá procurar a opção “Agendamentos / Solicitações” e clicar nela.

Nessa página constam todas as solicitações que estejam em seu nome. Se não houver solicitações, aparecerá a seguinte mensagem: “nenhuma solicitação de atendimento foi encontrada”.

PUBLICIDADE

Para avançar o processo de como agendar perícia médica, clique no ícone “Novo requerimento”.

 

3. Selecione o Serviço

Para avançar, agora é hora de escolher o tipo de serviço da Previdência Social que deseja ter acesso.

Procure pela opção referente a “agendamento de perícia”.

Ao clicar nesse serviço, você deverá efetuar o agendamento de acordo com o benefício que deseja requerer (auxílio doença, auxílio acidente etc.).

PUBLICIDADE

Você deverá escolher a melhor data, horário e local de atendimento do INSS que deseja. Somente após finalizar a escolha desses dados o agendamento será finalizado.

 

4. Compareça à Perícia Médica

Agora que você descobriu como agendar perícia médica e pôde, enfim, marcar o atendimento, é hora de preparar a documentação para comparecer à Unidade de Atendimento do INSS.

Nos casos de auxílio doença, acidente ou outros assuntos referentes à saúde, é necessário reunir toda a documentação médica que você possua, mesmo que expedida por outros médicos não peritos.

Enquadram-se, neste caso, laudos médicos, atestados, receitas de remédios, prescrição de tratamentos complementares (tais como sessões de fisioterapia; sessões de terapia; acompanhamento com médico especializado, dentre outros), além de outros documentos que você possua.

PUBLICIDADE

Deixe uma resposta