Consulta NFe Completa: Como Consultar Online

Consulta NFe Completa: Como Consultar Online

A consulta NFe completa permite que, por meio do código de barras, também conhecido como chave de acesso, o indivíduo possa conferir a nota integralmente.

Essa pesquisa é aberta ao público e pode ser feita por qualquer pessoa que detenha o número da chave para efetuar a consulta NFe completa. Esse procedimento pode ser especialmente útil para quem trabalha no comércio ou para verificar a discriminação dos serviços ou produtos contidos no documento.

A Secretaria da Fazenda – SEFAZ – disponibiliza a consulta de forma gratuita a todos os cidadãos, desse modo, também é possível verificar se o documento é legítimo, válido e autorizado pelos órgãos competentes, evitando fraudes e falsificações, por exemplo.

Neste artigo trouxemos um passo a passo ensinando como fazer a consulta NFe completa. Continue lendo e saiba mais.

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Como Fazer Consulta NFe Completa?

A consulta NFe completa pode ser feita rapidamente e em poucos instantes, desde que o indivíduo tenha acesso à chave do documento fiscal, que é representado por uma sequência numérica no código de barras.

Para consultar uma nota fiscal na íntegra, basta seguir o passo a passo abaixo:

  • Acesse o site oficial NFe da Secretaria da Fazenda, ou clique neste link para ser direcionado à página;
  • Em seguida, clique na aba Serviços, como ilustrado na imagem abaixo:

consulta-nfe-completa

  • Então você será redirecionado à página de consulta. Clique em Consultar NF-e:

  • Na página seguinte você deverá informar a chave da nota que deseja acessar e então clicar em Continuar:

A nota fiscal será exibida na íntegra e você poderá salvar ou imprimir o arquivo em PDF ou XML. No entanto, o download do formato XML só está disponível para o emitente da nota fiscal, para o destinatário e para o transportador.

O download nessa modalidade permanece disponível por sessenta dias e só pode ser efetuado pelos usuários que possuem certificado digital no padrão ICP.

Vale ressaltar que a chave de acesso utilizada para a consulta deve conter 44 dígitos presentes no DANFE (Documento Auxiliar de Nota Fiscal Eletrônica).

Além disso, é necessário que seu navegador esteja habilitado para gravação de “cookies” para que o documento seja exibido e a consulta funcione corretamente.

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Importância da Emissão de NFe

Agora que você aprendeu coo efetuar a consulta NFe completa, é importante entender porque a emissão desse documento pode ser tão útil no dia a dia de uma empresa.

NFe é o termo que se refere à Nota Fiscal Eletrônica, ou seja, a versão digital do documento fiscal, emitido por comerciantes e prestadores de serviço de diversas naturezas.

É por meio da nota fiscal que os dados referentes à transação, à compra ou ao serviço são informados ao fisco. Cada nota possui um número e uma chave de acesso próprios, para que possam ser identificados perante à Receita Federal e perante à SEFAZ – Secretaria da Fazenda, principais órgãos responsáveis pela fiscalização e tributação empresarial.

Vale ressaltar que a nota fiscal também é um direito do consumidor, já que, em caso de problemas com a mercadoria, caso precise solicitar a troca ou devolução, deverá apresentar o documento.

A versão eletrônica foi implementada em 2008 pelo Governo Federal para tornar mais ágil, seguro e eficiente o processo de emissão do documento fiscal, bem como mais dinâmica a fiscalização por parte dos órgãos responsáveis, diminuindo as chances de sonegação fiscal.

Desse modo, qualquer pessoa que tenha a chave de acesso do documento pode efetuar a consulta NFe completa por meio do portal da Secretaria da Fazenda, como ensinamos no tópico acima.

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Benefícios da NFe

Como mencionado, a adesão à NFe trouxe muito mais agilidade no dia a dia do empresário, do consumidor e da sociedade, de modo geral. Dentre os principais benefícios, é possível citar:

  • Diminuição de custos com impressão;
  • Diminuição de custos com envio;
  • Diminuição no consumo de papel;
  • Garantia de troca ou devolução do produto adquirido;
  • Incentivo do comércio eletrônico;
  • Diminuição dos impactos ambientais;
  • Aumento no espaço de armazenagem de documentos;
  • Simplificação e redução de custo dos processos;
  • Otimização do tempo;
  • Aumento da segurança e sigilo de dados;
  • Redução dos erros de preenchimento.

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Deixe uma resposta