Juros Poupança: Afinal, é um Bom Investimento?

Juros Poupança: Afinal, é um Bom Investimento?

Os juros poupança são definidos pela Taxa Selic, o mais importante índice do país, adotado pelos bancos e instituições financeiras.

Muitas pessoas optam por deixar suas economias na poupança, seja por insegurança de fazer outros tipos de investimentos, seja apenas para guardar seu dinheiro.

A caderneta de poupança oferece rentabilidade aos clientes, ou seja, quando você deixa dinheiro lá, ele passa a render juros, que aumentam o valor depositado.

Apesar dessa rentabilidade, os investidores profissionais não indicam a poupança como um investimento consistente, haja vista que os juros são muito pequenos e, portanto, a rentabilidade também.

Nos últimos meses, contudo, a taxa de juros poupança vem mostrando um desempenho melhor do que alguns outros títulos públicos.

Nos tópicos abaixo iremos entender melhor como funcionam os juros poupança e você irá saber se manter o seu dinheiro na caderneta de poupança é um bom negócio ou não.



Como São Definidos os Juros Poupança?

A taxa Selic é a taxa de juros básica adotada no país como referência para as instituições financeiras. Neste artigo explicamos mais detalhadamente como ela funciona.

Na última reunião do Copom (Comitê de Política Monetária), determinou-se que ela ficaria em 2%, sendo que anteriormente estava em 2,25%. Essa queda foi justificada como uma estratégia para tentar conter a inflação.

O rendimento da caderneta de poupança tem sido entre 0,11% a 0,12%, ou seja, cerca de 1,40% ao ano, como aponta o Banco Central.

Mas se o rendimento dos juros poupança é definido pela Selic, por que ele está inferior? Bem, o rendimento da caderneta não é proporcional à taxa, mas sim a 70% dela.

Quando a Selic fica acima de 8,5% ao ano – como é o atual cenário – o rendimento da poupança, em termos percentuais anuais, será de 0,5% ao mês, acrescido da taxa referencial.

A taxa referencial, por sua vez, oscila em torno de 6,17% ao ano e, como o nome sugere, é usada como referência para alguns investimentos.



Vale a Pena Investir na Poupança?

Se o seu objetivo é simplesmente guardar dinheiro e não esperar que ele tenha uma boa ou excelente performance de rentabilidade, então vale, sim, a pena investidor nos juros poupança.

Porém, pensando em termos de retorno, a caderneta não é a melhor opção!

Como mencionado, espera-se que o rendimento dos juros poupança fique em torno de 0,5% ao mês. Mas, na prática, nem sempre é isso que acontece, já que a Selic caiu, deve-se levar em consideração a inflação, que está acima da taxa de juros básico.



Na prática, a resposta é enfática: não vale a pena investir na poupança! A caderneta só é mais vantajosa do que deixar dinheiro na conta corrente.

É claro que quem deseja ter acesso a melhores rendimentos, existem diversos tipos de investimentos que garantem liquidez e rentabilidade superiores às da poupança.

O CDI é um exemplo de investimento muito interessante para quem deseja injetar dinheiro em títulos públicos.

O Certificado de Depósito Interbancário, em 2019, rendeu 5,9% ao ano, enquanto a caderneta de poupança rendeu, no mesmo ano, 4,26%, enquanto a inflação fechou a 4,31%. Ou seja: os ganhos da poupança não foram suficientes para cobrir a inflação, ao contrário do CDI.

Outras opções de investimentos para quem quer ver seu dinheiro se multiplicar são os fundos de investimentos, que são feitos por cotistas que unem seus recursos para aumentar os lucros e, consequentemente, diminuir os riscos.

Um gestor é responsável pelo fundo de investimento, de modo que o lucro é dividido de acordo com o percentual de cotas de cada investidor.

A praticidade e o baixo risco dos fundos de ações fazem com que muitas pessoas optem por essa modalidade de investimento, que, certamente também é mais vantajosa do que os juros poupança e apresenta uma interessante rentabilidade.



Deixe uma resposta