O Que é Poupança Social? Como Funciona? Saiba Aqui

O Que é Poupança Social? Como Funciona? Saiba Aqui

  • Post category:CAIXA Tem

A poupança social, criada em 2020 para facilitar o pagamento de benefícios governamentais, por meio da Medida Provisória 982/2020, convertida na Lei nº 14.075, ou Caixa Tem, como é oficialmente conhecida, permitiu que milhares de brasileiros recebam o auxílio emergencial, que vem sendo pago pelo Governo com o objetivo de diminuir os impactos financeiros causados pela crise que se instaurou neste ano.

Mas será que a poupança social funciona como as poupanças convencionais? Rende juros quando o dinheiro fica guardado? Eu posso efetuar depósitos? Essas são apenas algumas dúvidas recorrentes à essa ferramenta.

Neste artigo você irá tirar suas dúvidas, entender como a poupança social funciona e saber como fazer o recebimento do benefício concedido a milhares de brasileiros. Continue lendo e saiba mais.



Como a Poupança Social Funciona?

Antes de mais nada, é preciso entender que a poupança social funciona principalmente de forma digital, o que significa que os usuários podem fazer pagamentos, transações, solicitar saque, transferências e até mesmo pagamento diretamente na máquina de cartão utilizando um celular vinculado.

Os indivíduos que recebem o auxílio emergencial e o saque emergencial do FGTS, como explicamos neste artigo, podem solicitar diretamente pelo aplicativo, que é administrado pela Caixa Econômica Federal.

Um dos principais benefícios oferecidos pela poupança social, é que não há cobrança de nenhum tipo de taxa de adesão ou administração aos usuários. Contudo, o limite de transação nessa conta é de cinco mil reais por mês.

Vale ressaltar que depois que a Medida Provisória foi convertida em Lei, seu uso tende a ser ampliado para recebimento de outros benefícios sociais, otimizando e unificando o processo de pagamento de diversas modalidades de outros programas.

Lembramos, ainda, que todos que tiveram aprovados o auxílio emergencial, possuem a poupança social aberta automaticamente. Desse modo, você pode conferir diretamente no site da Caixa Econômica se o programa está aberto em seu CPF.



Como Abrir Poupança Social?

Para receber o auxílio emergencial, concedido pelo Governo Federal, será necessário que o indivíduo possua a poupança social. De fato, por enquanto, a abertura dessa conta está limitada aos cidadãos que receberão o benefício ou que terão direito a saque emergencial do FGTS.

Existem basicamente duas formas de abrir uma poupança social, que são pelo cadastro no app ou site Caixa Tem, ou pela inscrição do Cadastro Único. Neste artigo abordamos mais detalhadamente o funcionamento do CadÚnico.

Se você optar pelo cadastramento na Caixa Tem, então basta efetuar o download do app e fazer o registro, informando os dados pessoais. Após cruzamento de dados, você irá saber se terá direito ou não a benefício do auxílio emergencial.

Caso a solicitação seja deferida, então a poupança social será aberta em seu nome automaticamente.

Já a inscrição no Cadastro Único não pode ser feita pela internet, é preciso ir até uma unidade responsável pelo cadastramento. Normalmente esse procedimento é feito no CRAS de cada município.



Como Utilizar a Poupança Social?

Se você efetuou a solicitação do auxílio emergencial, foi deferido, ou se tem direito ao saque emergencial do FGTS, então você tem acesso à poupança social.

A sua utilização é muito simples e dinâmica, já que na página inicial você pode:

  • Transferir saldo disponível;
  • Pagar contas – boletos, faturas e guias diversas com código de barras;
  • Gerar código para compras online;
  • Pagar compras direto na maquininha de cartão de crédito;
  • Gerar código para sacar saldo disponível nas casas lotéricas, agências da Caixa Econômica e unidades de atendimento Caixa.

Por ser uma poupança de cunho social, os usuários não precisam pagar tarifas para usá-la. Os serviços disponíveis são:

  1. Até dois saques por mês, em caixas-eletrônicos e casas lotéricas;
  2. Até três transferências por mês;
  3. Transferências ilimitadas para contas da Caixa Econômica Federal;
  4. Obtenção de até dois extratos por mês.



Deixe uma resposta