Recadastramento Bolsa Família: Como Funciona?

Recadastramento Bolsa Família: Como Funciona?

O recadastramento Bolsa Família é um processo necessário para que as famílias beneficiadas possam continuar recebendo o subsídio e sendo assistidas pelo governo por meio de programas sociais.

Para garantir que as famílias continuam obedecendo as regras previstas na legislação e que as informações estão atualizadas, o recadastramento Bolsa Família deve ser feito anualmente.

Atualmente o Governo beneficia milhões de cidadãos por meio do Bolsa Família, que é um programa de extrema importância para o custeio de necessidades básicas e manutenção do bem-estar social às famílias em situação de vulnerabilidade social.



Por que Fazer Recadastramento Bolsa Família?

O Bolsa Família é um programa do governo que se destina às famílias em condição  de extrema pobreza ou pobreza que tenham em seu núcleo gestantes, nutrizes (mulheres que amamentam), crianças e adolescentes de 0 a 15 anos.

Para diminuir essa situação e garantir a subsistência do núcleo familiar, o Governo paga mensalmente um subsídio para as pessoas que são cadastradas no programa por meio do Cadastro Único.

Se você não sabe o que é Cadastro Único ou como ele funciona, neste artigo explicamos detalhadamente. Além disso, neste link você pode conferir a Lei que regulamento o Bolsa Família na íntegra.



Contudo, para que as famílias possam continuar recebendo o benefício, é necessário que estejam em dia com suas atualizações cadastrais. Desse modo, aqueles que não passam pelo recadastramento Bolsa Família quando necessário, podem ter seu benefício suspenso.

Isso é necessário para que as informações do titular e dos integrantes da família, sejam eles menores ou maiores de idade, estejam sempre atualizadas.

Dessa forma o Governo pode conferir se você continua enquadrado nos requisitos para receber o benefício e não está desfrutando do subsídio de forma ilegal.

Na prática, o governo exige o recadastramento Bolsa Família para ter domínio dos dados cadastrais dos cidadãos, atualizar as informações em seus bancos de dados e verificar se as novas informações obtidas são compatíveis com as informações primárias.



Como Fazer Recadastramento Bolsa Família?

O recadastramento Bolsa Família, via de regra, é feito no CRAS, ou Centro de Referência de Assistência Social do seu município, que é o local onde provavelmente você efetuou a inscrição para o programa.

Em alguns municípios o CRAS é alocado na própria prefeitura. No entanto, recomendamos que você cheque essa informação antes.

Ressaltamos que para poder efetuar o recadastramento, é necessário que você compareça ao  CRAS munido dos seguintes documentos:

  • Cadastro de Pessoa Física – CPF;
  • Cartão magnético do Bolsa Família;
  • Carteira de trabalho dos membros economicamente ativos do núcleo familiar;
  • Certidão de nascimento;
  • Comprovante de matrícula escolar (no caso de crianças e jovens entre 0 e 17 anos de idade;
  • Comprovante de residência válido com no máximo três meses;
  • Título de eleitor (para poder efetuar o recadastramento, seu título de eleitor deve estar em dia com a justiça eleitoral);
  • Documento de identificação original com foto (tais como CNH, RG, passaporte, entre outros).



Quando Fazer Recadastramento Bolsa Família?

É muito importante que as famílias, especialmente o titular do benefício, estejam atentas ao prazo de recadastramento para garantir que o benefício continue sendo pago.

No entanto, não há um prazo fixo, regido por uma data no ano próprio para essa finalidade. O recadastramento deve ser feito quando o cadastro completar um ano. Ou seja, cada família cadastrada no programa terá uma data diferente para fazer esse recadastramento obrigatório.

Dessa forma, é importante acompanhar o extrato do Bolsa Família, pois nele há informações importantes a respeito do processo de recadastramento.



Deixe uma resposta