Abono salarial: 8,6 milhões de trabalhadores ainda não sacaram o benefício

Abono salarial: 8,6 milhões de trabalhadores ainda não sacaram o benefício

  • Post category:PIS PASEP

O abono salarial foi antecipado em cerca de um mês. O pagamento é referente ao calendário PIS/Pasep – 2020/2021.

O pagamento que seria efetuado a partir do dia 17 de março, foi antecipado para o dia 11 de fevereiro e inclui os trabalhadores do setor privado nascidos entre março e junho e também os servidores públicos com final da inscrição no Pasep de 6 a 9. Em ambos os casos o valor fica disponível até o dia 30 de junho de 2021. Caso não seja retirado pelo trabalhador fica disponível no ano seguinte de acordo com o calendário a ser divulgado posteriormente.

Os pagamentos são efetuados pela Caixa Econômica Federal para os trabalhadores do setor privado que recebem o PIS e pelo Banco do Brasil para os servidores públicos que recebem o Pasep.

O valor total disponibilizado pelo governo para pagamentos dos benefícios PIS/Pasep é de cerca de R$ 17,5 bilhões.



Quem tem direito ao abono salarial?

Segundo o superintende de Rede da Caixa Econômica Federal, Denis Matias, tem direito ao abono salarial de até R$ 1.100, do ano calendário 2020/2021, o cidadão que trabalhou pelo menos 30 dias no ano de 2019 e devem estar cadastrados no PIS há pelo menos 5 anos. O salário recebido em 2019 não pode ter ultrapassado a média mensal de até dois salário mínimos.

Uma informação importante é que o empregador é o responsável por repassar as informações sobre o trabalhador para o Ministério do Trabalho por meio da Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) ou eSocial e caso as informações repassadas estejam incorretas o trabalhador pode ser prejudicado.

Nos casos acima é possível que a empresa faça uma correção das informações prestadas, porém, dependendo da data da correção, o valor a ser pago pode ser liberado somente no pagamento do próximo ano-calendário. O trabalhador que constatar erro no valor do seu benefício deve procurar a empresa para saber se as informações foram repassadas corretamente na RAIS.

Aqueles que têm conta na Caixa, caso tenham direito ao abono salarial, recebem automaticamente o benefício em sua conta. Para os não correntistas, porém cadastrados no aplicativo Caixa Tem, foi criada de forma automática um poupança social e o valor foi transferido para esses trabalhadores.

Se o trabalhador não se enquadra nos casos acima, ele pode sacar o benefício com o cartão cidadão e senha ou procurar uma das agências da Caixa ou Casas Lotéricas e realizar o saque.



Antecipação do Abono salarial e saques não realizados

O governo, por meio do Ministério da Economia/Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador, antecipou o calendário de pagamento, de acordo com a Resolução nº 895, de 4 de fevereiro de 2021.

A antecipação do pagamento do abono salarial é uma forma de injetar dinheiro na economia fragilizada pela pandemia causada pelo novo coronavírus.

Segundo dados da Caixa, cerca de 2 milhões de trabalhadores ainda não sacaram o PIS referente ao calendário passado, 2019-2020. Entre os trabalhadores do setor público, que recebem o Pasep pelo Banco do Brasil, o número dos que ainda não realizaram o saque do calendário passado é de cerca de 477 mil servidores.

Do ano-calendário atual, 2020/2021, o número de trabalhadores que ainda não realizaram o saque do PIS é de 8.169.485, o número de trabalhadores que têm direito ao abono salarial é de 22.238.600. Porém, para este calendário que está em andamento, o prazo vai até o dia 30 de junho de 2021. Os valores do benefício variam de R$ 92,00 a R$ 1.100,00, vai depender do período trabalhado no ano de 2019 e, também, da informação constante na RAIS que é entregue pelo empregador ao Ministério do Trabalho.

O cidadão que tiver dúvidas se tem ou não direito ao abono salarial pode consultar os canais da Caixa para atendimento ao trabalhador, pelo telefone 0800-726-0207 ou por meio do aplicativo Caixa Trabalhador. Devido à pandemia o trabalhador deve evitar ao máximo se dirigir às agências da Caixa, sendo essa a última opção.



Deixe uma resposta