You are currently viewing Como atualizar Cadastro Único em 2021

Como atualizar Cadastro Único em 2021

Esse artigo foi feito para mostrar as formas disponíveis, através das quais você pode atualizar cadastro único em 2021 e porque isso é tão importante para que você não perca o acesso a nenhum dos benefícios do governo

O cadastro único é um registro criado pelo Governo Federal para acompanhar como vivem as famílias brasileiras em situação de vulnerabilidade social.

É a partir das informações constantes neste cadastro, que o governo consegue ter acesso a informações sobre as condições de moradia das famílias de baixa renda, a composição destas famílias, o nível de escolaridade e a participação no mercado de trabalho de seus integrantes, assim como sobre os renda mensal que essas pessoas dispõem para a sua sobrevivência. Com isso, pode elaborar políticas públicas de desenvolvimento social.

Então, o primeiro passo para ter direito a tais políticas públicas é estar inscrito no cadastro único.

PUBLICIDADE

 

Atualizar Cadastro Único: como saber se estou inscrito no Cadastro Único?

Se você não tem certeza se está ou não inscrito, o primeiro passo é checar essa informação. Há três caminhos para você ver isso:

  • pelo site site Meu CadÚnico: para saber se está inscrita preencha o formulário disponível na página com seu nome, data de nascimento, nome da sua mãe e o estado e cidade onde mora.
  • outra opção é consultar o aplicativo Meu Cadúnico, que está disponível para celulares android e iphone. No aplicativo você também deverá preencher o formulário na tela inicial com os seus dados.
  • e, finalmente, a terceira opção para você consultar se está ou não inscrito no Cadastro Único é ligando para o telefone 0800 707 2003.

 

Quais as formas de atualizar Cadastro Único?

Uma vez inscrito no CadÚnico, saiba que pelo menos uma vez a cada dois anos você precisará atualizar as suas informações e as de sua família.

Atualizar o Cadastro Único é muito importante, porque é a partir desses dados que o governo pode identificar em que situação cada família se encontra e, desta forma, definir a participação dessas pessoas nos programas sociais.

Então, é importante lembrar de atualizar os dados da família no cadastro único quando:

PUBLICIDADE
  • há mudança de endereço de toda a família, ou de apenas um dos membros, que deixa de residir na mesma unidade familiar
  • quando há alteração de telefone
  • quando nasce, é adotado ou morre alguém da família 
  • quando há mudanças no estado civil
  • quando as crianças entram na escola ou quando mudam de escola
  • e quando a renda de um dos membros é alterada, seja para mais ou para menos.

Além desses momentos, mesmo que não tenha havido nenhuma mudança, é preciso realizar o processo de atualização cadastral junto ao CadÚnico, para garantir que as informações constantes na base de dados do governo continuam condizentes com a realidade. 

Quem faz parte do Bolsa Família e esquece desse prazo, deixando o cadastro desatualizado por um prazo superior a dois anos, pode acabar sendo suspenso do programa social e deixar de receber o seu benefício mensal.

Então, para que isso não aconteça, vamos entender de que forma você pode atualizar o cadastro único.

 

Atualizar o cadastro único pessoalmente

A forma tradicional de atualizar o cadastro único é a via presencial. O responsável pela Unidade Familiar no CadÚnico deve se dirigir até o Centro de Referência de Assistência Social, o CRAS da sua cidade. Aqui neste link você pode verificar onde fica o CRAS mais próximo de você.

PUBLICIDADE

Antes de ir até o CRAS para atualizar o Cadastro Único, vale a pena ligar antes, porque muitos Centros estão solicitando agendamento prévio para a realização de atendimentos.

No dia da atualização, o responsável pela família deve comparecer ao CRAS com os seus documentos pessoais, assim como com os documentos dos demais membros da família.

 

Atualizar o cadastro único por telefone

Em abril do ano passado, em decorrência da pandemia, o Ministério da Cidadania editou a Portaria 368 possibilitando atualizar o cadastro único por telefone ou por meio eletrônico.

Na época, Walter Emura, diretor do Cadastro Único do Ministério da Cidadania, explicou o objetivo da medida: “A Portaria responde à necessidade emergencial por atendimento remoto, permitindo que os municípios possam organizar a gestão do  Cadastro Único e melhor atender aqueles que precisam se cadastrar ou atualizar o cadastro”.

PUBLICIDADE

A operacionalização desse serviço, de forma remota, é feita pelos municípios, que deve organizar as entrevistas. 

Neste caso, o representante da família fica dispensado da obrigatoriedade de apresentar fisicamente os documentos dos demais membros da estrutura familiar, mas deve declarar por telefone os dados constantes nesses documentos, assim como as demais informações solicitadas pelo avaliador social.

A validade dessa portaria é enquanto durar a situação de emergência ou o estado de calamidade pública. Mas, apesar de o estado de calamidade pública ter encerrado em 31 de dezembro de 2020, por ainda estarmos enfrentando a pandemia, o procedimento remoto para atualizar o Cadastro Único continua valendo.

O telefone para atualização dos dados é o número 0800 707 2003. Quando atender, selecione a opção 5. Essa ligação pode ser realizada de segunda à sexta-feira, de 7h às 19h, e de 10h às 16h nos finais de semana e feriados. Essa ligação é gratuita quando realizada através de um telefone fixo.

PUBLICIDADE

Deixe uma resposta