Você conhece o Feirão Serasa? Saiba como limpar seu nome em 6 passos

Você já ouviu falar no Feirão Serasa Limpa Nome? Essa pode ser a chance que você estava esperando para voltar a ter o seu nome limpo e recuperar o seu crédito novamente.

Alguém comprou no seu nome e não pagou? Você ficou desempregado e acabou não conseguindo honrar os seus compromissos? Aquele imprevisto financeiro lhe pegou desprevenido e acabou comprometendo o seu orçamento familiar, restando dívidas não pagas?


Se algum desses exemplos parece familiar para você, saiba que não está sozinho. O Brasil possui hoje, de acordo com o SPC, cerca de 62 milhões de pessoas com o nome negativado. Isso significa que 1 em cada 4 brasileiros está com o nome sujo. Uma grande fatia dessas pessoas é jovem, cerca de 37%, têm entre 25 e 40 anos e quase a metade dos devedores são mulheres.

A boa notícia é que existe uma alternativa para renegociar essas dívidas e ter de volta o seu nome limpo. É o Feirão Serasa Nome Limpo.

Se você se interessou, pode ficar tranquilo que vamos mostrar um passo a passo de como fazer isso. 


Feirão Serasa: O que é?

Site do Feirão Serasa
Negocie a sua dívida através do Feirão Serasa Nome Limpo.

Uma oportunidade para que tanto pessoas físicas quanto pessoas jurídicas possam renegociar as duas dívidas com bancos, financeiras, companhias telefônicas, empresas de cobrança e muitas outras empresas.

Tudo acontece online, diretamente através do site do Serasa ou por meio de aplicativo disponível para Android e Iphone.

Na plataforma, as empresas participantes apresentam as condições para que você consiga pagar e eliminar as dívidas.


As principais vantagens do Feirão Serasa são:

  • praticidade e rapidez para negociar suas dívidas.
  • grandes descontos concedidos pelas empresas, chegando até 98% dos valores devidos e parcelamentos em até 36 meses.
  • ter o nome limpo novamente e melhorar a sua pontuação no Serasa Score

A iniciativa tem funcionado. Em 2019, foram renegociados cerca de 4 milhões de reais e a grande maioria dos devedores conseguiu descontos de aproximadamente 80% dos valores que deviam antes da negociação. 

Como Negociar as dívidas no Feirão Serasa: Passo a Passo

E para negociar a sua dívida o processo é muito prático e simples. 

Como renegociar a dívida no Feirão Serasa
Simples, rápido e prático. Demora menos de 3 minutos.

Confira o passo a passo de como fazer isso:

  1. Acesse o site do Feirão Serasa
  2. Digite o seu CPF para ver as oportunidades de acordo existentes
  3. Confira as opções de negociação das suas dívidas apresentadas pelas empresas participantes
  4. Caso alguma seja do seu interesse, selecione a opção de parcelamento, cheque todos os dados e clique em Concluir Acordo
  5. Já está negociado. É só gerar o boleto para pagamento. Você poderá copiar o número do código de barras e enviar o boleto por email.
  6. Agora, é só pagar o boleto e aguardar. Em até 5 dias após o pagamento, a restrição já terá saído do seu nome.

Viu como é simples? Em questão de minutos você terá renegociado a sua dívida.


Quais empresas já aderiram ao Feirão Serasa?

Empresas participantes do Feirão Serasa
Mais de 30 empresas já aderiram ao Feirão Serasa

Mas, é preciso dizer que essa possibilidade de negociação só é possível para as empresas que fazem parte do Feirão Serasa.

Confira a lista das empresas que estão, atualmente, oferecendo descontos e condições especiais de pagamento para que você possa quitar as suas dívidas e finalmente limpar o seu nome:

    • Banco Itaú
    • Banco do Brasil
    • Recovery
    • Net e Claro
    • Banco Santander
    • Avon
    • Banco Santander
    • Ativos SA
    • Carrefour
    • Anhanguera
    • Credsystem
    • Sky
    • Oi
    • Ipanema Credit Manegement
    • Porto Seguro
    • Nextel
    • Unopar
    • Hoepers
    • Banco BMG
    • Riachuelo
    • Havan
    • Itapeva
    • Cetelem
    • Rebel
    • Olé
    • Banrisul
    • Energiza
    • Tenda 
    • Elmo
    • Conectcar
    • Hipercard
    • Itaucard
    • Unime
    • Uniderp
    • Sorocred
    • Pitágoras
    • Fama
    • Unic
    • Algar Telecom
    • Cartão Confiança
    • Calcard
    • Di Santinni
    • MGW Ativos
    • Crefisa
    • Tribanco
    • Tricard 
    • Digio


Confira aqui o que acontece com a sua dívida se ela não for paga após 5 anos.

Fonte: Agência Brasil, Serasa e SPC