You are currently viewing Auxílio Emergencial: Veja o que o Onyx falou
auxílio emergencial

Auxílio Emergencial: Veja o que o Onyx falou

O jornalista Luís Ernesto Lacombe, realizou uma entrevista exclusiva ontem dia 27 de abril de 2020, ao vivo, com o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni para tratar sobre o auxílio emergencial.

O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, respondeu algumas dúvidas frequentes sobre o Auxílio Emergencial. Seguem as partes retiradas da entrevista que falam sobre o auxílio ou benefícios do governo:

L: O programa realmente está funcionando. Houve só uma questão sobre o pagamento da segunda parcela que o presidente da Caixa que chegou a anunciar que adiantaria. Mas houve realmente um imprevisto, pois era muito dinheiro para colocar em pouco tempo. Já está aberto para correções a pessoa deve fazer um novo cadastro como é que vai funcionar?

O: Essa nova versão do aplicativo do Auxílio Emergencial foi para o ar na quarta passada. Se não me falha a memória é só entrar lá. Agora já tem a condição de lá fazer a revisão do seu cadastro, e aí atualiza lá.

L: Estou aqui vendo algumas pessoas que estão acompanhando a nossa livre e estão em análise desde o dia 7. Não recebi nem a primeira parcela, Lacombe. Quem fez o cadastro desde o dia 7 está em análise até hoje, o que faz?

O: Vamos lá, esses do dia 7, já estão todos na caixa. Ele tem que entrar no aplicativo e ver o que é que está dito lá porque no lugar dessa nova versão do aplicativo, nessa atualização a gente já diz lá o que é que está faltando.

PUBLICIDADE

L: Todo mundo tem que ter paciência. É um sistema complexo, há vários elegíveis, vários grupos que podem receber esse recurso e tem que haver um certo cuidado, né ministro.

O: Lacombe, tirando China e índia, não tem nenhum paralelo no mundo ocidental. Primeiro a gente vem com muito afinco e humildade, muito trabalho botando de pé o que a gente chama de esteira. Porque nós começamos levando uma semana ou oito dias para fazer a análise. Nós já baixamos o mesmo para dois ou três dias.

L: Deixa-me fazer uma pergunta de uma seguidora minha que está sempre no meu Instagram.  Ela me disse que preencheu naquele espaço em que pede último rendimento mensal. E ela não colocou. Hoje ela é boleira, ela faz bolos e é uma trabalhadora informal, mas ela entendeu que era o último rendimento que ela tinha tido como CLT. Com carteira assinada e ela não conseguiu receber. Ela tem como fazer uma retificação?

O: Sim, nessa nova versão do aplicativo do Auxílio Emergencial ela entra lá e refaz a solicitação.

L: Estou vendo aqui no computador, a Tainá, está dizendo que muita gente que não poderia receber recebeu o Auxílio Emergencial. Qual será o procedimento do governo para detectar essas pessoas?  Isso vai ser feito?

O: O que nós estamos pedindo, é que as pessoas denunciem nos nossos sistemas. Nós temos uma série de travas. Agora, a gente não pode dizer que não possa ter uma falha aqui ou uma falha acolá.

L: De que maneira as denúncias podem ser feitas, ministro?

O: Nós temos aqui o 121 que é o nosso canal aqui, de atendimento direto à população.

PUBLICIDADE

L: Eu continuo vendo aqui, várias mensagens de pessoas que estão acompanhando a gente dizendo “em análise desde o dia 7”. “sem resposta sem ter onde reclamar”. O senhor já passou os números para a reclamação. Tem vários aqui “dia 7 em análise eterna”, então o que é que o senhor recomenda para essas pessoas?  Tentem fazer um novo cadastramento?

O: Muitas pessoas fizeram o seu cadastramento, bom, tem 10 milhões de pessoas que fizeram dos 40 que não têm direito, e que não são elegíveis porque a lei veda.

L: E sobre outros benefícios, gente pode voltar aqui conforme a solicitação do pessoal que está acompanhando, mas também há o benefício de não pagar contas de luz por três meses. Para quem isso é aplicável, a pessoa pode solicitar essa isenção do pagamento da luz por três meses?

O: O Ministério das Minas e Energia que fez um ajuste com a Aneel, Agência Nacional de Energia Elétrica e foi publicado. Aqueles que têm a cota social, tem a opção do não pagamento ou uma conta reduzida.

L: O Eltom Prado perguntou o seguinte: quando o texto do substitutivo do PL 873 2020 que amplia o auxílio emergencial de 600 reais previsto na lei para a categoria dos trabalhadores não contemplados entrará em vigor?

O: Ainda hoje à tarde uma reunião com a equipe técnica para discutir o projeto.

L: Keila está perguntando quem fez o cadastramento o dia 22, 23 ou 24 quando sai o resultado? Está em análise. Só tem como ser tão específico assim?

O: Nós esperamos que até quarta-feira, isso esteja resolvido.

PUBLICIDADE

L: Que perspectivas o senhor vê para que as pessoas possam, de novo serem independentes e voltar a ter renda e a produzir a sua própria receita.

O: O Brasil vem de um processo de recuperação econômica e buscar o equilíbrio era muitoimportante. Mas a gente tem que caminhar nessa direção de fazer, de maneira gradual e de maneira responsável a retomada das atividades.

Clique aqui e saiba tudo sobre o auxílio emergencial.

Deixe um comentário