Empréstimo para Bolsa Família de até R$ 15 mil: como solicitar

Empréstimo para Bolsa Família de até R$ 15 mil: como solicitar

O empréstimo para Bolsa Família que vamos falar aqui é um microcrédito ou empréstimo produtivo relacionado ao programa Progredir.

O Progredir é um programa do Governo Federal que tem como objetivo oferecer oportunidades para que pessoas de famílias de baixa renda possam se colocar no mercado de trabalho e assim garantir renda e dignidade aos cidadãos brasileiros.

Dentro do programa Progredir existem várias opções que vão desde o cadastro do currículo para que empresas parceiras ofereçam oportunidades de trabalho, cursos técnicos oferecidos principalmente pelo Pronatec, cursos para quem deseja empreender, cursos de educação financeira e microcrédito para quem já é, ou pretende se tornar, Microempreendedor Individual (MEI).

 

Quais os critérios do empréstimo para Bolsa Família?

O primeiro requisito do empréstimo para Bolsa Família é fazer parte do Cadastro Único do Governo Federal e ser assistido pelo programa Bolsa Família.

PUBLICIDADE

O Cadastro Único é uma ferramenta que permite ao governo identificar os cidadãos brasileiros de baixa renda. Ele é gerenciado pelas prefeituras, são elas as responsáveis por manter o cadastro, atualizá-lo e gerenciá-lo.

É através do CadÚnico que as famílias são identificadas e recebem o Bolsa Família.

Uma vez cadastrado no CadÚnico o cidadão deve acessar o portal do Programa Progredir e se cadastrar.

 

Quais os passos para conseguir o empréstimo para Bolsa Família do Progredir?

Com o cadastro realizado no programa Progredir o usuário deve clicar na opção “Microcrédito”.

PUBLICIDADE

A seguir, duas opções serão dadas:

– “Quero ser Microempreendedor”, para quem deseja iniciar um negócio.

– “Já sou Microempreendedor”, para quem já possui um negócio.

Escolha uma das opções e preencha os dados solicitados e clique em “Enviar”. Os seus dados do Questionário Microcrédito Produtivo serão enviados para os bancos parceiros que farão a análise dos mesmos e decidirão se entram ou não em contato com você para oferecer o empréstimo/microcrédito.

PUBLICIDADE

Isso, também, vai depender de existirem bancos parceiros na sua região. Pode acontecer de na sua região ainda não existirem bancos parceiros e, nesse caso, deve-se aguardar. O Progredir está ampliando a rede de parceria.

Ofertar ou não o empréstimo para Bolsa Família é uma decisão do banco e não do Progredir.

O CPF negativado pode sim ser um empecilho para a liberação do empréstimo para Bolsa Família do Progredir. Cada banco fará a análise do caso individualmente e decidirá pela liberação do empréstimo ou não.

Lembramos que não é obrigatório realizar os cursos de educação financeira para ter acesso ao empréstimo para Bolsa Família do Progredir, mas é interessante conhecer e realizar alguns dos cursos realizados pelo programa. Quem se capacita aumenta suas chances de sucesso.

PUBLICIDADE

 

Qual o valor do empréstimo para Bolsa Família do Progredir?

É importante saber que o empréstimo para Bolsa Família não está diretamente ligado ao benefício do Bolsa Família, isto é, não tem relação com o valor que você recebe do Bolsa Família.

Portanto, as parcelas do empréstimo não serão descontadas no benefício, assim o valor que é recebido do Bolsa Família não muda depois que o empréstimo for liberado.

O valor pode ser de até R$ 15.000,00, mas dependerá exclusivamente do banco estipular o valor do empréstimo. Cada caso é analisado individualmente pelo banco e ele é quem decide se irá conceder o microcrédito e qual valor será concedido.

Da mesma forma, as taxas de juros do empréstimo para Bolsa Família ligado ao programa Progredir não são estipuladas pelo Progredir e podem variar de acordo com cada banco.

PUBLICIDADE

 

Para que serve o empréstimo para Bolsa Família do Progredir?

Esse empréstimo para Bolsa Família ofertado pelo programa Progredir é exclusivo para microempreendedores, formais ou informais, de baixa renda e deve ser utilizado exclusivamente para melhorar, ampliar ou iniciar um negócio.

Não deve ser utilizado para outras finalidades que não seja o investimento no negócio.

Para conseguir o empréstimo para Bolsa Família aqui citado não é necessário ser MEI, ou seja, empreendedor formalizado, mas é interessante para o empreender que ele se formalize e assim garanta benefícios do INSS e, também, tenha acesso a outras linhas de crédito exclusivas para MEI e não apenas a linha de microcrédito do programa Progredir.

Se deseja saber mais sobre MEI, clique aqui.

PUBLICIDADE

Deixe uma resposta