Renda Brasil: Paulo Guedes Revela Valores e como Será o Renda Brasil e o Carteira Verde e Amarela

financiamento do renda brasil

Hoje temos novidades sobre as duas novas propostas sociais do Governo Federal para enfrentar a crise, após o fim do pagamento do auxílio emergencial.

Estamos falando do Renda Brasil, o badalado programa de renda mínima permanente anunciado pelo governo, mas que ainda não foi apresentado formalmente, e que será o programa que substituirá o Bolsa Família e o Auxílio Emergencial.

Também estamos falando da Carteira Verde e Amarela, a grande aposta do governo para formalizar as relações de trabalho e conectar o trabalho formal com as políticas de assistência social.

O Ministro da Economia, Paulo Guedes, falou sobre esses dois novos projetos do governo. Ele trouxe mais detalhes de como funcionarão os novos auxílios, quais serão os valores pagos e quem terá direito a fazer parte de cada um desses programas sociais.


Renda Brasil

Sobre o Renda Brasil em especial, Paulo Guedes revelou valores e voltou a afirmar que a criação deste programa será fruto da extinção ou unificação de outros.

Vamos ver o que ele falou a respeito:

Não sei se você reparou bem no que ele disse, mas algo que nos chamou atenção foi que, como vimos, o Ministro já fala em auxílio em torno de R$ 250,00 e não mais em R$ 300,00 como eram as estimativas do governo em entrevistas anteriores.

Vamos aguardar para ver finalmente quais serão esses valores.


Renda Brasil e a Progressão de Benefícios: Carteira Verde e Amarela

O Ministro disse ainda que esse auxílio aos vulneráveis, que será o Renda Brasil, é apenas uma parte do projeto total que eles estão criando. 

Isso porque a ideia do governo é lançar um plano de progressão dos benefícios, unificando-os. 

O objetivo é estimular as pessoas a saírem do Renda Brasil e entrarem em um novo patamar social, ou seja, saírem da vulnerabilidade e conseguirem entrar no mercado de trabalho formal. 

Nesse sentido, vamos ouvir o que o Ministro disse para entender como se dará essa progressão de benefícios através da Carteira Verde e Amarela:


Essas duas frentes de ação, ou seja, a Carteira Verde e Amarela e também o Renda Brasil, de acordo com o Ministro, também beneficiarão aqueles milhões de pessoas que foram “descobertas” com os cadastros dos beneficiários pelo auxílio emergencial de R$ 600,00.

Não custa lembrar, que esses brasileiros, que costumam ser chamados de “invisíveis” pelo Ministro Paulo Guedes, são aquelas pessoas que, até então, não faziam parte das estatísticas oficiais do governo quando se contabilizava desempregados ou ou pessoas em situação de vulnerabilidade social.

São pessoas que, por exemplo, nunca receberam nenhum benefício do governo, nunca pagaram INSS, e não fazem parte da Previdência Social e não estavam inscritas no CadÚnico.


São aqueles trabalhadores que possuem pequenos negócios informais, que, de acordo com o Ministro, estão em um intervalo entre as pessoas que recebem o Bolsa Família de aproximadamente R$ 200,00 e entre aqueles trabalhadores com carteira assinada que ganham, ou ganhavam antes da crise, 1 salário mínimo por mês com carteira assinada.

Então, essas foram as promessas de Paulo Guedes para as novas ações sociais do Governo Federal. Vamos ver como isso tudo vai se desdobrar…

Continuamos aqui acompanhando todas as notícias e assim que tivermos mais novidades sobre esses programas, retornamos aqui para contar tudo para vocês em primeira mão.