Segunda Via CPF: Como Solicitar

Segunda Via CPF: Como Solicitar

A emissão de segunda via CPF pode ser solicitada em casos de perda, roubo, furto, quando estiver rasurada, rasgada ou quando o documento se torna ilegível. Se o seu Cadastro de Pessoa Física se encontra em alguma dessas situações, então confira neste artigo como emitir segunda via CPF.

 

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Onde Solicitar Segunda Via CPF?

Via de regra, a emissão da segunda vi CPF é feita nas agências dos Correios. No entanto, se a sua cidade ou bairro possui algum órgão unificado responsável exclusivamente pela emissão de documentos como CPF, RG, passaporte, etc., então será necessário se dirigir a esse local.

Em São Paulo, o órgão Poupa Tempo é responsável por esse tipo de atendimento. Lá você pode solicitar segunda via CPF e mais uma série de documentos. Além disso, existem várias unidades espalhadas pelo estado.

Além disso, é necessário considerar que quando há irregularidades no cadastro, como ausência de informações ou dados divergentes, por exemplo, é necessário se dirigir a uma unidade física da Receita Federal.

Não se esqueça que atualmente as agências da Receita Federal só atendem mediante agendamento prévio. O agendamento deve ser feito diretamente na seção disponibilizada  para este fim no site da RFB.

Por fim, também é possível solicitar a segunda via CPF online, com toda a comodidade e agilidade. Essa é uma forma especialmente recomendada em época de pandemia, em que se deve evitar locais com grande concentração de pessoas.

O procedimento para pedido de segunda via online é bastante simples e rápido. Confira o passo a passo:

Como Solicitar Segunda Via CPF Pela Internet?

Para efetuar a emissão da segunda via CPF pela internet, é necessário que você:

  • Acesse o site da Receita Federal, na seção de 2ª via de CPF, clicando neste link;
  • Em seguida, informe os dados solicitados: CPF, nome completo, data de nascimento, nome da mãe e título de eleitor, como indicado abaixo:

segunda via cpf

  • Avance clicando em Enviar, na página seguinte será disponibilizada uma nova versão do CPF para que você possa imprimir.

Caso haja alguma mensagem acusando erro, basta retornar à etapa anterior e checar se as informações estão corretas.

 

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Qual a Função do CPF?

Se você tiver perdido o seu documento, é imprescindível emitir a segunda via CPF, pois sem ele, a maioria dos serviços não podem ser disponibilizados, seja em instituições públicas ou privadas.

Cadastros de diversas naturezas, matrículas, acesso a serviços coo abertura de conta em banco, financiamentos e aberturas empresariais requerem o CPF.

Além disso, serviços básicos como acesso à educação e saúde pública requerem o cadastro por meio de CPF.

Esse documento é um dos principais existentes e tem a função de gerar um código para cada cidadão brasileiro. Cada CPF é exclusivo e intransferível, já que é o documento que identifica uma pessoa como cidadã e detentora de direitos no país.

No entanto, o CPF é um dos principais alvos de golpes e fraudes, por isso é imprescindível o manter sempre em segurança e não disponibilizar o cadastro a terceiros.

 

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Como Tirar CPF?

Assim como a emissão de segunda via CPF, para tirar a primeira via também é necessário ir a uma agência dos Correios.

Os Correios foram escolhidos como correspondentes pois possuem postos de atendimento em inúmeros lugares, sendo acessível à maioria da população, ao contrário das unidades da Receita Federal, por exemplo.

Para tirar o CPF, é necessário que o titular se dirija a uma agência dos Correios munido dos seguintes documentos:

  • Carteira de identidade ou certidão de nascimento que comprove a filiação, a naturalidade e a data de nascimento do titular;
  • Não havendo o nome dos pais no documento de identificação, não é necessário comprovar a filiação por outros meios;
  • Cidadãos com idade entre 18 e 69 anos, é necessário apresentar título de eleitor, alistamento eleitoral, protocolo de inscrição ou certidão da Justiça Eleitoral atestando a não obrigatoriedade do alistamento eleitoral;
  • Para os menores de 16 anos, a solicitação deverá ser feita pelo pai, mãe ou responsável legal, com documento que atestem a filiação ou tutela.

 

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Deixe uma resposta