Tabela IPVA 2021 MS

Tabela IPVA 2021 MS

Mais uma vez chegamos à época do ano em que alguns impostos são cobrados. A tabela IPVA 2021 MS já foi divulgada e os condutores e proprietários de veículos no estado do Mato Grosso do Sul já podem começar a quitar o valor do tributo.

Como de costume, o valor poderá continuar sendo pago à vista, em cota única, ou de forma parcelada.

O prazo para quitar o débito está atrelado ao último número da placa do automóvel. Além disso, as alíquotas do imposto dependem do tipo de veículo, bem como seu tipo.

Por se tratar de um imposto estadual, o valor e as condições de pagamento da tabela IPVA 2021 MS não são válidas para todo o país, mas apenas para o estado e para os veículos registrados no Mato Grosso do Sul.

Em determinadas situações, os condutores têm a possibilidade de requererem a isenção do Imposto sobre Propriedade de Veículo Automotor, embora muitos ainda não saibam.

Pensando nisso, nos tópicos abaixo iremos verificar quais são os critérios de isenção, além das alíquotas e prazos de pagamento da tabela IPVA 2021 MS. Acompanhe:



Desconto no IPVA no Mato Grosso do Sul

Devido a novas políticas tributárias outorgadas pelo atual Governo Federal, não há mais a cobrança de DPVAT acoplada à tabela IPVA 2021 MS.

Na prática, isso significa que os cidadãos proprietários de veículos irão pagar um valor inferior em relação aos anos anteriores.

Além desse desconto, é de extrema importância ficar atento aos prazos de pagamento, já que aqueles que optarem por pagar o tributo à vista terão o benefício de 15% de desconto sobre o valor do IPVA.

Em relação à arrecadação, o IPVA é um tributo de extrema importância para o orçamento do estado, sendo a segunda principal fonte, ficando atrás apenas do ICMS.



Tabela IPVA 2021 MS

Como é costumeiro, entre o fim do mês de dezembro e o início do mês de janeiro, é divulgada a tabela IPVA 2021 MS, para que os proprietários de automóveis estejam em dia com os prazos e valores praticados.

Vale lembrar que o não pagamento do IPVA impede a emissão do CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo), o que, por sua vez, torna o automóvel ilegal, de modo que não pode estar circulando nas vias.

Para facilitar a vida e o dia a dia dos condutores, tornou-se válido o uso do CRLV digital, como explicamos detalhadamente neste artigo.

A tabela IPVA 2021 irá seguir os prazos abaixo:

  • Cota Única ou pagamento à vista – 29 de janeiro de 2021
  • 1ª parcela – 29 de janeiro de 2021
  • 2ª parcela – 26 de fevereiro de 2021
  • 3ª parcela – 31 de março de 2021
  • 4ª parcela – 30 de abril de 2021
  • 5ª parcela – 31 de maio de 2021.

É válido lembrar que esses prazos são vigentes para todos os veículos, independentemente da placa, ao contrário do que ocorre na maioria dos estados, em que o prazo é definido pelo último número.



Qual o Valor do IPVA 2021 MS?

Em relação ao valor, a tabela IPVA 2021 MS leva em consideração o tipo de veículo em circulação no estado.

Confira as alíquotas praticadas no estado de acordo com a modalidade do automóvel:

  • 1%: Motocicletas;
  • 2%: Veículos como motos, triciclos, caminhão, ônibus, micro-ônibus e quadrículos;
  • 2,5%: Embarcações e aeronaves;
  • 3%: Jet-skis, motorhomes e kart;
  • 4,5%: Carros de passeio com capacidade de até oito passageiros, que usem óleo diesel;
  • 7%: Veículos de corrida;
  • 3,5%: Carros de passeio e caminhonetes usadas.



Como Consultar o IPVA 2021 MS?

Atualmente o estado do Mato Grosso do Sul, assim como os demais estados brasileiros, oferecem o Detran online, plataforma digital por meio da qual é possível ter acesso a uma série de serviços e consultas, como a tabela IPVA 2021 MS.

Confira abaixo como consultar e emitir o IPVA do seu veículo pela internet:

  • Acesse a página de emissão de IPVA no portal “Meu Detran”, ou clique neste link;
  • Em seguida, informe a placa e o Renavam, então digite o código de segurança e clique em consultar, como indicado abaixo:

tabela ipva 2021 ms

  • Pronto! Agora você terá acesso à guia do IPVA e poderá pagar nos locais credenciados (Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, HSBC, Bradesco, Correios, Agências Fazendárias ou nos postos de arrecadação do Detran).



Deixe uma resposta